25 março 2005

Tempo Que Voa Sem Escrita

Como será que a escrita nos inspira?
E Como será que ela nos deixa?

Como sinto sede,
sede de escrever também sinto,
mas a verdade é que ultimamente,
não tenho tido sede,
nem tão pouco tenho te saciado...

Porque será que assim o é,
Perguntas caro leitor? E eu,
Simplesmente te digo,
Que a Escrita Voa,
E ora Vem, ora Vai,
E sem mais nem menos,
Agora pausa! Para qualquer dia,
Me invadir, e Me descarregar,
Aqui ou naquele velho Caderno
que um dia hei-de publicar...

Enviar um comentário