18 julho 2004

A Estação de Comboios...

Aquele lugar onde nos encontrámos,
Onde todos chegamos,
E todos partimos.

Nesta estação somos todos iguais,
Tanto eu como tu,
Vamos viajar, com semelhanças.

Carruagens verdes, amarelas, brancas,
Ou sejam elas castanhas ou cinzentas,
A nossa viagem tem um só destino.

Seja para Norte ou para Sul
Esta estação lá nos deixará

E ai eu e tu,
Saímos, pois o nosso destino
Era irmos naquele Comboio.

Coimbra, 2004
Enviar um comentário