18 julho 2004

Conta-me Histórias

Histórias Inacabadas,
E Sem Sentido, Onde
Nunca Ninguém Entrou
E Nunca Ninguém Saiu,
Como Era de Esperar.

Histórias Onde Palavras
Tornam Vivas As Personagens
Que Uma Mente Foi Criar
E Outro Foi Saborear.

Conta-me Histórias,
E Vira A Página...

Santarém, 2004
Enviar um comentário